terça-feira, 3 de abril de 2012

uma luz azul baixou no ser!

ontem à noite os trabalhadores públicos municipais de cruz alta compareceram à sessão da câmara de vereadores para pressionar pela não aprovação do índice de aumento proposto (míseros 6,5%). Sabemos, todos, que a administração já chegou nos limites possíveis do orçamento e, dentro das condições atuais, acredita que 6,5% seja um alto índice. Mas sabemos todos, também, que há formas e condições de produzir margem para formular e conceder a reposição e o aumento, bastando haver planejamento e vontade política.
aliás, parece-nos que vontade política seja o que mais falta nessa toada. vimos isso na sessão da câmara de vereadores ontem, quando uma luz azul colocada no teto, em homenagem ao dia internacional do autismo, acabou produzindo efeitos devastadores em algumas figuras mais sensíveis.
além da manifestação de dois vereadores da oposição, apenas dois vereadores da situação disseram alguma coisa sobre a paralisação e as demandas dos trabalhadores públicos municipais. eximiram-se da contundência da palavra aberta e pública, o presidente da mesa diretora (PT) e o outro vereador petista que já foi anunciado como candidato à prefeito, representando a situação... esse foi o mais atingido pela luz azul... encarnou traços e características de um estado de autismo político grave. incomunicável, introspectivo, calado, sisudo, com o olhar fixado no curto horizonte do chão, com cara de poucos afetos, com expressão de acuamento frente à possibilidade de contato com outros humanos, ficou impassível nesse estado durante o tempo todo... impressionou a todos, principalmente aqueles acostumados com sua empáfia... impressionou também, pelo fato de que, sendo candidato a prefeito pela situação, deveria no mínimo demonstrar algum envolvimento, algum interesse, alguma implicação, alguma vontade humana -já que não demonstra vontade política-... mas enfim, se a sua candidatura e atuação já não contava com nossa confiança, somos gratos a esse momento simbólico que vivenciamos ontem, pois agora não resta dúvida de que o seu pouco vigor, energia e implicação, não motive ninguém mais a depositar nele o voto para encarregar-lhe de administrar a coisa pública em cruz alta... a menos que desejamos eleger o primeiro prefeito com autismo político do brasil (com todo o respeito ao autismo e aos sujeitos autistas)!

46 comentários:

  1. ESSE AUTISTA POLÍTICO É MUITO BOÇAL. ELE É TÃO BOÇAL QUE ACREDITA PODER SER PREFEITO. PQ SERA QUE ELE NÃO DEIXOU A VAGA PRA STELA? AGORA É BEM CAPAZ DA STELA TER MAIS VOTAÇÃO PRA VEREADOR DO QUE ELE PRA PREFEITO. MAS SE ELE INVESTIR NESSA TUA IDÉIA DIELLO DE SE O PRIMEIRO PREFEITO AUTISTA DO PAIS VAI VE AINDA GANHA.

    ResponderExcluir
  2. Bom eu fiquei imprecionada com a postura do candidato a prefeito, demostrou no inicio um ar de despreso, depois um ar de indinação e por ultimo um ar de muita covardia.
    Confesso que fiquei com medo de ter um Prefeito sem expressão politica, sem sangue nas veias.
    Ai que medo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é carine, como diz o pessoal mais atarantado com as energias: "ele não tem hormônio!"... não tem vitalidade... não tem jeito de quem assuma as coisas na frente das pessoas, olhando nos olhos... faz juz ao apelido que lhe deram na cidade: "o molenga"!

      Excluir
  3. O silencio dos nada inocentes.
    O silêncio pode ser entendido como o grito dos excluídos, a miséria humana, a inércia do oprimido.
    O silencio pode ser entendido como algo divino, aconchegante, necessário;
    O silencio pode ser patético, sínico ou inocente;
    O silencio pode dizer muito ou nada;
    O silêncio desta forma tem um significado. O nada dito o nada falado, o silencio dos covardes, o silencio dos corajosos.
    Os corajosos calam se diante do cansaço, da indiferença, da ausência do interlocutor ou da violência deste. Poucas são as situações em que calam se os corajosos, mas elas existem.
    Já os covardes calam se com a primeira ameaça, calam se pela burrice, pela falta de argumentos pela indiferença, pelo desprezo...
    Com que tipo de silencio estamos lidando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa é uma pergunta pra ser levada à praça pública, cláudio! nunca se viu um silêncio tão gritante como o que temos visto!

      Excluir
  4. Claudio,estamos falando do silêncio de um Petista que esqueceu dos preceitos do próprio partido!
    "entre 1989 e 1992,na cidade de São Paulo,o Partido dos Trabalhadores (PT) esteve no governo municipal que,pela primeira vez nos cinco séculos da história do país e da cidade ,viu no poder um partido de esquerda de origem fortemente popular,e que,nascido de movimentos sociais e sindicais ,tem sido responsável pela grande parte da democratização do Brasil." (site:www.scielo.br)
    Agora eu reflito;
    Um Partido que nasceu dos movimentos sociais e sindicais,que é dito como responsável por parte da democratização do país,quer colocar para exercer o poder em nossa cidade um homem que se cala.
    Sinceramente,como seria o diálogo caso isso aconteça...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo sou obrigado a te lembrar que Ademar Guareschi não é um petista da gema. A formação política dele teria começado no PFL e seguido no PMDB. Acho que é isso, tenho que conferir a exatidão da informação mas o que lembro é isso.

      Excluir
  5. O silencio parece mesmo ser a estratégia adotada pelas lideranças da cidade. O prefeito foi a Brasília, os deputados Luiz Noé e Pedro Westphalen não deram as caras. Os prováveis candidatos a prefeitura também sumiram. A paralisação desta forma segue, sem o apoio destes.

    ResponderExcluir
  6. Não sejam ingênuos meus caros pois algum governo haveremos de ter e olhando pras opções que temos, não sobra nada porque é um pior do que o outro.

    ResponderExcluir
  7. Eu sou ingênuo se isso tem haver com acreditar em outras forma de organização social. Eu continuo sonhando e buscando, ate por que não sou do tipo que assiste calado. Eu me indigno frente ao autoritarismo. Não aceito e vou La e digo! E assim é nós botamos este povo no poder e podemos tirar se não houver a opção de um candidato o nulo é sim opção ate que surja entre nós alguém que mereça nossa confiança.

    ResponderExcluir
  8. Hoje uma classe trabalhadora fez história ao ocupar a câmara de vereadores e disser não a esmola. Pedimos aos gritos 0% de aumento em retalio a proposta de 6.5% em duas vezes. Causamos espanto. De inicio pode se perceber a perplexidade dos ilustres vereadores e representantes do governo presentes. Diziam alguns! Aceitem senão vocês vão ficar sem nada, num segundo momento compreenderam e vetaram o projeto do governo.
    Os pontos de interrogação, no entanto eram quase visíveis, eram como borboletas voando por sobre as cabeças dos vereadores. Como podem não aceitar? Eles sempre aceitam tudo? São só trabalhadores! Havia muitas exclamações também, mas desta vez não foram ouvidas.
    Ficamos sim com 0%, e com nossa dignidade, basta de esmola.

    ResponderExcluir
  9. Maria tu definiu muito bem o Ademar, é mesmo um autista político. Fico p. porque já votei nessa nulidade.

    ResponderExcluir
  10. Sra Maria Luiza não entendo tanta agressividade,com o PT e o vereador Ademar.Se ele não quis se manifestar é um direito dele.Acho isso uma falta de respeito.O vereador é uma pessoa séria e integra,um pai de família.Acho vc uma pessoa muito agressiva,existem momentos que devemos medir nossas palavras.Ofender as pessoas é muito feio e vc como pscóloga deveria saber disso DONA MARIA LUIZA ou será que vc se acha dona da verdade? Quem conhece o vereador ADEMAR sabe que ele é uma ótima pessoa,''não se julga um livro pela capa''.Isso serve para os seres humanos também,não devemos julgar as sem conhece-las.Aliás não nos cabe julgar ninguém nessa VIDA e sim respeitar.Tenho certeza que o vereador não foi escolhido candidato a prefeito,pelos seus lindos olhos azuis ou seu belo sorriso.Mas sim ''repito'' por ser uma pessoa séria e integra.E será SIM um gestor sério,pois é de pessoas capazes,sérias e integras que precisamos...E não se esqueça DONA MARIA LUIZA que devemos respeitar o jeito de ser de cada um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria Luisa produziu seu texto após vários comentários que ouviu em plenária, nós colegas servidores públicos íamos falando e ela com muita poesia dizia “isso da um texto”.
      É assim que funciona cabeça de poeta sua produção de conhecimento se da próxima aos sujeitos, nós observamos um politico mudo, sem nada a dizer aos trabalhadores, nós sempre esperamos mais do PT, pois foi o partido que escolhemos e votamos durante muitos anos por isso não aceitamos o direito ao silêncio, se esta lá nos representando tem que ter algo a dizer. E digo mais aos 36 anos sempre votei na esquerda e agora me vejo sem alternativa, vou ter que votar em branco.
      Mas a produção de conhecimento não acontece com as pessoas mal amadas, produção de conhecimento é poética e romântica e Maria Luisa é um poço de poesia nunca é “DONA”. Passa na praça e conversa com a nossa população em situação de rua sobre o cigarro de palha e ali começam a destrinchar histórias de pescador, quem assiste a essa cena aprende como se constrói vínculos com os sujeitos. Ela é assim nossa poeta nasceu para poesia e não deve ficar em silencio jamais.

      Excluir
    2. Agora tá explicado o porque do Ademar ter sido eleito uma vez, depois não ter sido reeleito e em 2008 só cnseguiu se eleger porque teve o apoio da secretária Estela e do Magistério. Agora tá explicado também o porque do Magistério não querer ver o Ademar nem pintado de ouro. Ora, se o jeito dele é assim sem atitude, não pode ser prefeito mesmo.

      Excluir
    3. A informação que temos não é de que o Ademar foi escolhido candidato. Se perguntar prá maioria de nós petistas se queremos que ele seja o candidato sem sombras de duvida vamos dizer que não queremos. E todo mundo sabe quais foram as estrategias que ele usou pra se fazer candidato.

      Excluir
    4. caro Anônimo, não costumo responder desaforos e retalhos de ignorância de seres anônimos. não costumo responder porque assim como eu coloco a minha cara e o meu nome publicamente, assim espero que também o façam aqueles que pretendem entabular conversa comigo. é claro que prezo e respeito muito aqueles que acabam se identificando como Anônimos aqui no Blog, por temerem represálias e outros quetais. isto posto, sigo no respondimento...
      realmente não há como entender "tanta agressividade com o PT e o vereador Ademar", porque não usei de nenhuma agressividade, apenas expressei e retratei o que foi se produzindo no momento da sessão na câmara de vereadores... nunca produzo um escrito sobre coisas e questões públicas, a partir de verdades prontas e acabadas... vou compondo o texto na cadência dos acontecimentos... esquizo que sou, dou lugar à criação quando poderia dar lugar à paralisia.
      eu e meus colegas não aceitamos isso que está dito aqui: "Se ele não quis se manifestar é um direito dele"... ficar calado não é um direito dele, não... o Ademar é um homem público, eleito pelo povo e está lá na Câmara de Vereadores exercendo um cargo público pago com dinheiro público, portanto, não é hora e nem lugar pra ser cabreiro... se ele estivesse dentro da casa dele, poderia se dar ao direito de ter esse jeito calado e recolhido, mas não era na casa dele que estava!
      se você, caro Anônimo, me acha muito agressiva... bueno é um direito seu e eu não tenho como lhe privar disso, mesmo você sendo um "Anônimo"... no mais, não me reconheço como uma pessoa agressiva, o que não me faz menos densa, forte, posicionada e mobilizada... não preciso de agressividade pra isso... e não acho que tenha que medir as palavras quando quero expressar aquilo que nos provoca indignação... porque o que está escrito aqui, não é fruto somente da minha indignação, mas sim, da indignação de muitas outras pessoas!
      dispenso essa precariedade rasteira de me chamar de "senhora" e de "dona"... prefiro ser atacada com sabedoria, porque assim fica mais fácil responder... no mais, não me acho dona da verdade, porque essa verdade que eu retratei em meu escrito não fui eu quem inventou... não fui eu quem compôs esse silêncio... não fui eu quem compôs essa postura! se o que está dito incomoda, talvez seja necessário olhar para quem faz com que essa verdade seja assim.
      não estou julgando ninguém e nem conheço o Ademar como pessoa... aliás, como pessoa, não privo de sua companhia e nem me interessa privar (por questões de afinidades)... como capa ou como conteúdo do livro, o que sei e sabemos dele se refere aos seus ATOS PÚBLICOS como Presidente do PT, como Vereador, como Procurador Jurídico do Município e agora, como candidato ou pré-candidato do PT à Prefeitura... isto posto, em sendo uma figura pública, ocupando cargo público e pago com o dinheiro público, não há como escapar ao crivo público! e respeitar, para mim, não significa aceitar absolutamente tudo, sem problematizar e sem contemporizar nada... respeito, para mim, passa por outras vias!
      não sei como se deu o processo de escolha do candidato à Prefeito pelo PT... assim como, não conheço os "belos olhos azuis" ou o "belo sorriso" do Ademar... são aspectos bem distintos desses que eu considero importantes para ser um gestor público... é claro que se for um gestor público que olha em nossos olhos com um olhar vivo e intenso... se for um gestor público que nos sorrir com um sorriso alegre, vitalizado e potente... é claro, que isso deixará qualquer cidadão mais animado!
      no mais, a seriedade, integridade e capacidade das pessoas aparece em seus dizeres, em seus pensares e em seus fazeres, portanto, um gestor público deve estar atravessado por essas condições... assimassim, reitero que o meu escrito só retratou o que todos nós temos visto! essa história e essa "verdade", reitero, não fui eu quem inventou!

      Excluir
  11. Meu DEUS quanta baixaria,que bando de mau educados...tem gente que se acha dono da verdade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. caro Anônimo, não costumo responder desaforos e retalhos de ignorância de seres anônimos. não costumo responder porque assim como eu coloco a minha cara e o meu nome publicamente, assim espero que também o façam aqueles que pretendem entabular conversa comigo. é claro que prezo e respeito muito aqueles que acabam se identificando como Anônimos aqui no Blog, por temerem represálias e outros quetais. isto posto, sigo no respondimento...
      aqui não ficou claro quem sejam os "mau educados" e quem sejam os "que se acham dono da verdade".

      Excluir
  12. acho horrivel o presidente do sindicato usar os seus colegas como massa de manobra em ano eleitoral,ninguem se deu conta disso?Por causa dele os trabalhadores ficaram sem aumento,deveriam ter aceito e depois continuar lutando como os sindicatos sempre fazem...É um dirigente sindical sem formação que prejudicou seus colegas ...abram o olho!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor!Qual é o idiota que pensa que os funcionarios não tenham vontade propria? E que acha que a gente seja um bando de reatardado que possa ser dominado por esse ou aquele partido? A gente já acreditou num ou em outro partido, mas agora deu.Agora so porque o dirigente sindical não tenha formação no PT decerto seja um lesado?

      Excluir
    2. Como é difícil admitir que os trabalhadores públicos estejam insatisfeitos, mas é uma verdade tenho encontrado muitos colegas e nenhum até agora chegou para reclamar do veto do projeto a maioria fala do quanto é 6,5 nos salários do primeiro escalão e eram colegas que não puderam estar na paralisação pelo fato do espaço de trabalho ser complexo, o que ouço é pra mim não ia mudar nada só uns R$ 37,00, os colegas que estavam na paralisação sentem-se orgulhosos de ter mostrado a cara a tapa e não aceitado esmola.

      Excluir
    3. Nossa gente eu digo uma coisa, eu conhecia o João como colega da prefeitura, sério no trabalho agilizando os processos de forma responsável, conhecia a sua atuação como presidente do sindicato no Baile dos Servidores, mas confesso que fiquei orgulhosa de ver ele guerrilhando em defesa dos trabalhadores públicos municipal, deu a cara a tapa, defendeu a classe com justiça um verdadeiro trabalhador

      Excluir
    4. caro Anônimo, não costumo responder desaforos e retalhos de ignorância de seres anônimos. não costumo responder porque assim como eu coloco a minha cara e o meu nome publicamente, assim espero que também o façam aqueles que pretendem entabular conversa comigo. é claro que prezo e respeito muito aqueles que acabam se identificando como Anônimos aqui no Blog, por temerem represálias e outros quetais. isto posto, sigo no respondimento...
      não ia nem comentar esse absurdo... quem participou do movimento e dos acontecimentos na semana de paralisação sabe da força, do vitalismo e da potência que pulsou e pulsa entre nós trabalhadores... no mais, chegou a um momento em que não buscávamos mais reposição salarial, mas sim, respeito à nossa dignidade!
      não foi por causa do João que os trabalhadores ficaram sem aumento... não adianta plantar essa besteira por aí... todos os trabalhadores que puderam estar participando ativamente do movimento, o fizeram por convicção e não por se prestar a ser marionete em "massa de manobra"... quem diz isso, é porque não está acostumado com o protagonismo dos trabalhadores!
      no mais, o sindicato e os trabalhadores continuam lutanto... e a formação do João, enquanto dirigente sindical, se dá no cotidiano e na atuação enquanto trabalhador... ele, como todos nós, já ralou muito e também errou muito, mas é um trabalhador que conhece a estrutura da administração pública e que se permite andar com os outros.
      e não é necessário nos orientar a abrir os olhos, porque nossos olhos nunca estiveram tão abertos... nossas pupilas não cabem mais em si, de tão abertas que estão!

      Excluir
    5. CRUSES!!!!MAS É MUITA ARROGÂNCIA.COM UMA ADMINISTRAÇAO ASSIM NEM PRECISA DE OPOSIÇÃO!!!!MUITO MENOS DE MASSA DE MANOBRA!!!!

      Excluir
  13. Esta Maria Luiza está cuspindo no prato que comeu. Quanta amargura. A legítima mulher mal-amada e mal-comida, se é que alguém come isso. E mais, vcs vão aguentar sim 'essa gente' no poder. O povo coloca e o povo, que sabe discernir,um bom projeto de uma jogada arquitetada da oposição (anarquismo), continua deixando lá. Aguentem, PT 2013-2016 na cabeça, ou, mudem-se.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKK. ISSO É BEM ESTRATÉGIA DE GENTE BAIXA. SE TEM ALGUÉM QUE É BEM AMADA E BEM COMIDA É ESSA DIELO. ACHO QUE É BEM COMIDA ATÉ DEMAIS E COISA QUE ELA NÃO CARREGA É AMARGURA. OUTRA COISA É ESSA ARROGÂNCIA DE DIZER QUE TEMOS QUE AGUENTAR O PT OU SE MUDAR. VAI VER QUEREM FICAR SOZINHOS NO MUNICIPIO. AGORA QUE OS SERVIDORES TÃO REAGINDO AÍ É COISA ARQUITETA PELA OPOSIÇÃO. QUANDO ERA COISA ARQUITETADA PELO PT AÍ PODIA.

      Excluir
    2. Se tem lugar em que a Maria nunca comeu foi no prato de partido político.

      Excluir
    3. Anônimo que falou da amargura eu até li o post de novo e não vi amargura nenhuma. A Maria Luiza só retratou a tristeza que os servidores estão sentindo. Amargura é o que tu escreveste.

      Excluir
    4. Mas têm que ser alguém muito machista e covarde para colocar um comentário desses falando de "mulher mal amada e mal comida", deve ser uma pessoa com um modelo de mulher formatada, aquelas plastificadas, modificadas sem nada natural que a mídia mostra todos os dias.
      Nem todos conseguem enxergar a beleza de uma inteligente mulher, Maria Luísa é mulher sem as amarras do tradicional, enigmática como uma esfinge do Egito, mulher rara que vira metal, que canta e encanta uma mulher sem ter outra igual.
      Nem da pra elogiar tanto senão podemos queimar o filme dela com o amor dela, mas nós te amamos pela pessoa que vc é Maria Luísa, aquela que acredita nas pessoas que tá sempre vendo possibilidade, que divide todos os teus saberes.

      Excluir
    5. caro Anônimo, não costumo responder desaforos e retalhos de ignorância de seres anônimos. não costumo responder porque assim como eu coloco a minha cara e o meu nome publicamente, assim espero que também o façam aqueles que pretendem entabular conversa comigo. é claro que prezo e respeito muito aqueles que acabam se identificando como Anônimos aqui no Blog, por temerem represálias e outros quetais. isto posto, sigo no respondimento...
      por quê estaria eu cuspindo no prato em que comi? Nunca comi no prato de ninguém e muito menos de um partido político! Já fui filiada ao PT, sim, mas somente por questões formais e por pouco tempo... minha posição política sempre foi de esquerda e independe de partido político... no mais, sou uma trabalhadora pública municipal e exerço meu trabalho com muita dignidade e seriedade!
      se você, Anônimo, me acha amargurada, "mal-amada e mal-comida"... está falando de minha afetividade ou sexualidade? bueno, não sei no que esse discurso precário, raso e amargo tenha a ver com os afetos e com a vivência de minha sexualidade, assim como, não vejo no que isso tem a ver com os assuntos em debate... mas enfim, os fatos e as evidências mostram o contrário do que você diz... e veja, sem nenhuma pretensão, não preciso nem enunciar nada sobre isso... basta me ver acontecer no mundo e saberá o quão bem amada sou, o quão bem comida sou, o quão bem como as companheiras com quem já tive e tenho o prazer e a alegria de compartilhar o sexo... acho que isso responde também essa dúvida "se é que alguém come isso"... e não imagina com que prazer comem!
      essa história de "aguentar essa gente"... não é necessário nem dizer que sempre haverá de ter alguém ocupando espaços de poder... e se as coisas acontecerem de forma alegre, leve, bonita, esperançosa, potente, vitalizado e producente, todos saberão... caso a coisa se dá ao contrário, também, todos saberão... ou seja, não adianta querer que não se fale... basta olhar a tristeza que toma conta das caras e é fácil saber a quantas anda a desmobilização!
      acho que sobre essa porcaria de "jogada arquiteta da oposição", bastante gente já falou aqui... isso é pensar que os trabalhadores públicos municipais não tenham capacidade de pensar, opinar e serem protagonistas! quem pensa assim não passa de precário paranoico que só ve armação, arquitetamento e massa de manobra... no mais, nós trabalhadores também somos povo e também votamos... se for neste ou naquele, continuaremos sendo trabalhadores públicos e teremos que lidar sempre com gestores (mais e menos preparados), mesmo que nosso voto seja inspirado no "Ensaio sobre a lucidez" e no "Ensaio sobre a cegueira", de Saramago.
      assimassim, sendo PT 2013-2016 ou não, mesmo com essas ameaças rasas, precárias e funestas, aceitem ou "mudem-se", continuaremos fazendo nosso trabalho, porque somos feitos na luta e da luta.... somos peleadores atinados com nosso tempo... somos feitos de muitas forças e de muitas vozes... somos talhados no desatino dos que sobrevivem dia e noite às rudezas dos tempos duros... mas somos, nisso tudo, poesia e não essa amargura desaforada que nos põem a correr, quando o que fazemos é apenas lutar... lutar e cantar... e se nos mudarmos para outras plagas, seguiremos nessas outras searas, semeando a mesma poesia, lutando e cantando sempre! somos feitos do sangue dos bravos!

      Excluir
    6. ah, em tempo, somos anarquistas, sim! sobre isso, postei aqui: http://marialuizadiellooutrascompotas.blogspot.com.br/2012/04/sim-somos-anarquistas.html

      Excluir
    7. Maria Luiza Diello, eu acompanho teus passos, procuro tua presença, busco teu olhar, leio tuas palavras, bebo tua poesia. Tão amada que és, que me falta coragem de chegar em tua frente e dizer o que sinto. Sei que não estou à altura de tua grandeza. Invejo a mulher que tu amas e que tem tua atenção. Já tive a chance de trabalhar bem perto de ti e acho que tu percebias o quanto me perturbava, mas tu nunca ultrapassou o terreno de minha insegurança e tu não sabes o quanto sonhei com uma ousadia tua. Aprendi a gostar mais da literatura e da poesia, te ouvindo falar. Te leio sempre neste blog que é como se eu participasse um pouco de tua vida e de tua sabedoria. Obrigada, por fazeres parte de minha vida!

      Excluir
  14. Não chamei ninguém de retardo vc se definiu assim,falta de formação sim não estou defendendo esse partido ou aquele...

    ResponderExcluir
  15. Quando alguém grita que o imperador está nu, a corte corre a degolar o miserável que gritou.

    ResponderExcluir
  16. Esta é boa! Os servidores que paralisaram e colocaram a cara a tapa, não foram massa de manobra do sindicato, massa de manobra foram os que ficaram escondidos por medo de se expor devido as ameças que sofreram, e todos sabemos que é isto é verdade. Quem sabe na próxima paralisação ou manifestação estes que não colocaram a cara tenha coragem de pelo menos dizerem que queriam o aumento, se é que dá para chamar de aumento, pois o que foi definido, não foi escondido de ninguém, foi praça e local público.
    O Ademar deveria ao menos ter manifestado o que pensa, pois só saberemos que ele é quando isto fizer.
    Eu admiro a Diello pela coragem que tem em nos proporcionar este espaço para podermos nos manifestar, e como disse um colega acima, vontade não nos falta de sair gritando tudo o que está na nossa garganta, mas sabemos que isto não é possível com estes gestores que temos.
    Diello coninue escrevendo e nos proporcionando bons textos para o debate.
    E aos servidores municipais que retornaram ao trabalho hoje, retornem de cabeça erguida, pois nós lutamos!
    Triste devem estar os que ameaçaram e depois na última hora queriam que o projeto fosse aprovado. Vamos nos manter firme e buscar a nossa dignidade.

    ResponderExcluir
  17. Oi, tenho 19 anos de magistério estadual e sempre acompanho este blog e o trabalho da Maria Luisa. Quando vi a paralisação de vocês e li o que foi escrito aqui, falei para as colegas lerem e verem como deveria ser a nossa categoria. Confesso que tive um pouco de inveja e passava lá na praça só para sentir a energia que estava circulando por lá.

    ResponderExcluir
  18. O Amor que não ousa dizer seu nome9 de abril de 2012 23:35

    Esse comentário que chama a Maria de mal-amada e mal-comida parece o do bispo aquele de SP que quando viu que a ministra Eleonora da política das mulheres é osso duro de roer e pau-ferro, saiu a chamar a ministra de mal-amada. Eita machismo brabo esse aí!
    É por a Maria ser muito bem amada que alguns petistas não gostam dela. Bem amada demais até.

    ResponderExcluir
  19. MEU DEUS, PERCEBE-SE QUE O PODER TRANSFORMA SERES HUMANOS EM VERDADEIROS MONSTROS DITADORES. ESTE ANÕNIMO ESTÁ EM DESESPERO E ESTA CERTEZA DE CONTINUAR NO PODER PODE ESTAR MUITO EQUIVOCADA. NÓS QUE PENSAVAMOS QUE O PT IRIA SER DIFERENTE DOS QUE JÁ OCUPARAM O PODER AÍ ESTÁ A DECEPÇÃO. PENSAMOS QUE HAVIAMOS TERMINADO COM OS CORONÉIS, ENGANO NOSSO, CRIARAM-SE OUTROS.NÃO VAMOS NOS MUDAR E MUITO MENOS NOS CALAR. VÃO TER QUE NOS ENGOLIR. E QUANTO A COLEGA MARIA LUIZA, HÁ!!! QUE COLEGA, QUE PESSOA DE FIBRA E CORAGEM ADJETIVO QUE É PARA POUCOS E MUITO MENOS PARA ANÔNIMOS DESCLASSIFICADOS QUE NÃO TEM A CORAGEM DE MOSTRAR A CARA. ESTAMOS UNIDOS NESTA BATALHA.

    ResponderExcluir
  20. QUAL É A LÓGICA?10 de abril de 2012 19:15

    EU QUERIA QUE ALGUEM ME AJUDASSE A ENTENDE A LÓGICA DISSO QUE O GUARESCHI FALOU NA SESSÃO E QUE TÁ NO BLOGUE DO JORNAL NEGOCIO E OPORTUNIDADE.
    Depois de uma semana tumultuada, a sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta segunda-feira, 9, transcorreu tranquila, com manifestações mais contidas de alguns servidores públicos municipais que se fizeram presente no plenário.
    O Vereador Ademar Guareschi usou seu espaço de liderança na tribuna para falar com propriedade sobre toda a polêmica da votação do reajuste ao funcionalismo e rebateu críticas recebidas nas redes sociais.
    “O nosso papel quanto governo, foi executado, melhorando a proposta, oferecendo o reajuste discutido em uma só parcela. Se o reajuste não foi dado aos servidores, não foi porque o Prefeito não quis e sim porque o Sindicato preferiu não aceitar a proposta, e como foi registrado e testemunhado por muitas pessoas no plenário, os vereadores atenderam ao pedido da direção do movimento, que em assembleia minutos antes da sessão extraordinária, decidiu o parecer. Reafirmo aqui, estou do lado da maioria dos funcionários, e são 1.400 deles que queriam os 6,5% de reajuste, nunca vi um Sindicato impedir que uma categoria ganhe o que já estava garantido” falou.
    Ademar recebeu algumas críticas por não ter se manifestado na sessão extraordinária, julgando seu silêncio como omissão. “A estas pessoas digo que não sou de me omitir, apenas não gosto de aparecer, fazer discursos demagógicos para a torcida como outros fazem, que aliás, depois também são criticados pelos discursos feitos. Pra mim funciona assim, na base do respeito, conversa olho no olho, com educação, sem gritaria, sem insultos, como escutei na quinta-feira no plenário. Acho inadmissível terem queimado a bandeira do meu partido, e fosse a bandeira de qualquer outro partido, considero uma atitude errada” relatou.
    Guareschi lembrou a todos os presentes de que é professor, fazendo parte de uma classe que constantemente luta por reajustes para a categoria, e disse que, se for necessário, vai se mobilizar pela causa, mas de maneira respeitosa e educada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU NÃO PUDE PARALIZAR E NÃO QUERIA A ESMOLA10 de abril de 2012 22:40

      EU NÃO PUDE PARALIZAR PORQUE TRABALHO EM SERVIÇO ESSENCIAL E NÃO ENTRO NESSA CONTA DOS 1400 DESSE SEM-VERGONHA.SE FALA COM PROPRIEDADE NÃO SAIA POR AÍ MENTINDO.SEU MENTIROSO.E NÃO FOI O SINDICATO QUE NÃO QUIS ISSO QUE OFERECERAM DE MIGALHA.FOI O FUNCIONALISMO QUE DECIDIU.SE O PT TIVESSE POR TRAS AÍ TAVA TUDO CERTO NÉ SEU SEM-VERGONHA.PORQUE NÃO ABRIU ESSA TUA BOCA MOLE QUANDO DEVIA ABRIR.AGORA QUE NÃO CORRE RISCO DE LEVAR VAIA POR TUA COVARDIA DAI FAZ DISCURSO MENTIROSO.NÃO ERA HORA DE APARECER SEU FROUXO E SIM DE DIZER O QUE DEVERIA SER DITO.QUE BASE DO RESPEITO O QUE?QUE OLHO NO OLHO?POR ACASO TU CONSEGUE OLHAR NO OLHO DE ALGUEM?E ENTÃO TU É PROFESSOR É?TA BOM.MANEIRA RESPEITOSA E EDUCADA É?MAIS FACIL TU TE MOBILIZAR DE MANEIRA QUIETA E CALADA,COVARDE, COMO TU É.DESSES QUE SAI MENTINDO ISSO QUE DISSE ONTEM.SEJA HOMEM UMA VEZ NA VIDA.

      Excluir
    2. Tá abrindo curso com o professor respeito. Curso de olhar olho no olho e curso de como faze uma candidata concorente desisti de concorer. So ele sabe com propriedade como se escolheu candidato

      Excluir
  21. Guareschi PREFEITO PT 2013-201610 de abril de 2012 19:35

    Para todos os que julgaram o nosso futuro PREFEITO PT 2013-2016, leiam o que ele falou com propriedade, seriedade, conhecimento de causa e dignidade. Guareschi desabafa sobre polêmico reajuste do funcionalismo
    http://jornalnegocioseoportunidades.blogspot.com.br/2012/04/guareschi-desabafa-sobre-polemico.html?spref=fb

    ResponderExcluir
  22. Guareschi PREFEITO PT 2013-201610 de abril de 2012 19:38

    Para todos os que julgaram o nosso futuro PREFEITO PT 2013-2016, leiam o que ele falou com propriedade, seriedade, conhecimento de causa e dignidade. Guareschi desabafa sobre polêmico reajuste do funcionalismo
    http://jornalnegocioseoportunidades.blogspot.com.br/2012/04/guareschi-desabafa-sobre-polemico.html?spref=fb

    ResponderExcluir
  23. Dielo, sempre inteligente e perspicaz, vejo que a política cruzaltense não mudou nada, ou melhor mudou, quem era radical se tornou passivo e os passivos tornam-se defensores dos "trabalhadores", com certeza estes últimos não por reconhecer o direito mas sim por interesses próprios, mas enfim. Lamento que a vitória do Vilson no primeiro mandato simbolizou o fim do Coronelismo mas hoje o quye vemos é que os coronéis só se desfarçaram como metalúrgicos. Gostaria que questioná-los sobre quem os colocou ali, onde aprenderam o que sabem, onde estariam sem os profissionais que hoje só pedem seu reconhecimento justo e digno?? Mas eles poderiam me responder, "Seríamos os mesmos políticos, mas com assessores ainda bem pagos para redigir nossos pronunciamentos..." disso tenho certeza pois sei que não foi um professor que lhes ensinou a Ignorá-los ....

    ResponderExcluir